quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Charles Aznavour - Merci Mon Dieu

Para aqueles que desejam nos inundação
E resultam na progressiva
Em momentos de castigo
Obrigado meu Deus
Para este destino que estamos forjando
Com lágrimas nos olhos
E tendo alegria na garganta
Obrigado meu Deus
Meu coração entrou em debandada
A partir de amanhã para amanhã
Quando você me informou da estrada
E mostrou o caminho
A esperança de que as questões
E substitui os sonhos vazios
Em um louco desejo de viver
Obrigado meu Deus
O amor que você desenhou
Para as nossas almas solitárias
Que nossos olhos perdidos
Estão pingando com lumièreIls ver o céu deslumbrado
Só para agradecer
Para aqueles que desejam nos inundação
E resultam na progressiva
Em momentos de castigo
Obrigado meu Deus
Para este destino que estamos forjando
Com lágrimas nos olhos
E tendo alegria na garganta
Obrigado meu Deus
O que eu esperava da terra
E eu esperava vida
Em imploro em minhas orações
Ao longo dos dias e noites
Meu Deus tu, conhecidos
Desde que eu tenho a minha quota de felicidade
E esse amor risos na minha cœurJe quero gritar com todo o meu ser
Obrigado meu Deus

Quando, Quando, Quando (cover) by Michael Buble and Nelly Furtado - HQ