quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Gordinhas Maravilhosas®: Campanha Por Tamanhos Maiores em Todas as Lojas



Gordinhas Maravilhosas®: Campanha Por Tamanhos Maiores em Todas as Lojas: "Recebemos o seguinte email que vamos reproduzir pra vocês Olá minhas amigas blogueiras! Ontem tive o prazer de lançar a campanha '' , que..."

terça-feira, 28 de setembro de 2010

CONHECI MEU NAMORADO NUMA COMUNIDADE DE GORDINHAS....


Ser gordinha é dureza. Rola preconceito brabo mesmo. Já sofri discriminação em entrevistas de emprego, tenho problemas para comprar roupas e dificuldade para me relacionar, principalmente com os homens. Poucos topam namorar uma mulher com mais de 100 kg, como eu. Mas eles existem, sim, e espero que minha história de amor anime quem está acima do peso.Nunca mentia na internet

Aos 25 anos, eu era estagiária em uma boa empresa, vivia bem com meus pais e tinha um namorado havia dois anos e sete meses. Estava tudo certo até eu descobrir que ele tinha me traído. Perdi o chão... E acabei o namoro, claro! Para fugir daquele pesadelo, me conectei ao mundo virtual. Eu virava madrugadas em salas de bate-papo e distraía a cabeça no Orkut.

Ao contrário de muitas mulheres, eu não mentia na net: me assumia gordinha e frequentava salas de bate-papo para gordinhos. Conheci pessoas que viviam a mesma realidade e que me aceitavam. Também aprendi a ignorar os preconceituosos. Eles não merecem minha atenção. Eu só conversava com quem me fazia bem. Esse é o lado bom da internet, a gente fica livre para escolher com quem quer conviver.

Fazia um ano e meio que eu não saía com alguém

Numa dessas noites on-line, me deparei com a resposta do Daniel, um rapaz magro que participava da comunidade Gordinhas do Rio de Janeiro, no Orkut. Ele dizia ''Tô aqui!'' para a pergunta ''Onde estão os homens desta cidade?''. Não fui eu que perguntei e não foi pra mim que ele respondeu. Mas fiquei com vontade de conhecer aquele garoto. Tomei a iniciativa e o adicionei como amigo. Em seguida, ele me convidou para o MSN e, já no outro dia, batemos papo durante todo o sábado.

Adorei a conversa, tinha tudo a ver comigo. Era um cara do bem, responsável e sem preconceitos. Ufa! Combinamos de nos encontrar numa quinta, na área de lazer de um supermercado.

Ai, que frio na barriga! Era o meu primeiro encontro com alguém da internet. Aliás, era o meu primeiro encontro depois de um ano e meio sozinha. Mas deu tudo certo: foram cinco horas de papo solto! E ele nem se importou com o meu peso. Que maravilha.

Nosso primeiro beijo rolou na despedida, e começamos a namorar no mesmo dia. O triste foi descobrir, dias depois, que o danado já tinha namorada. E o pior, uma magrela! Descobri pelo próprio Orkut. Achei que meu sonho acabaria ali, mas ele prometeu terminar com ela. Dito e feito: ele cumpriu a promessa e ficou só comigo.

Casei com 130 kg e cheguei aos 168 kg

Namoro, 
noivado e casamento em tempo recorde: um ano e três meses. Me casei linda, com um vestido bordado pela minha avó. Os meus 130 kg, na época, não me incomodaram em nada! Dancei a noite toda, de salto alto, realizada.

Acredito que a nossa história é coisa do destino. Tem o dedo de Deus. Porque o Daniel é um maridão carinhoso, atencioso e até ciumento: basta eu conversar com algum amigo que, pronto, ele fecha o tempo. Eu digo que não precisa disso, que ele é o meu marido, o homem que eu amo. Sem contar que ele me apoia em tudo! Três anos atrás, por exemplo, decidi fazer a cirurgia de redução do estômago. Era questão de saúde. Eu estava com 168 kg e sentia muitas dores nas pernas e nos joelhos. Ele não saiu do meu lado, fez plantão e cuidou de mim. Emagreci 60 kg mas continuo gordinha. E não pretendo ficar magrela. Gosto de mim assim, me sinto bonita e amada. E quer saber de mais uma coisa? O Daniel diz que estou cada dia mais maravilhosa. Isso é que é amor.

Minhas dicas para as gordinhas:

. Não tenha dó de você.

. Não se esconda nem fuja do mundo. Aprenda a gostar da sua imagem.

. Faça bom uso da internet: eu me sentia bem em comunidades e bate-papos para gordinhos. E assuma sempre quem você é.

. Seja vaidosa: eu compro roupas em lojas especializadas e encontro tudo! Também cuido do cabelo, uso maquiagem e valorizo o que eu mais gosto no meu corpo... Só é feia quem quer.

. Abra-se para o amor. Metade dos nossos problemas vai embora quando estamos felizes e apaixonadas.

. Aproveite a vida, não importa o seu peso! Só fica sentada na cadeira quem quer. Faça como eu, não ligue para falsos problemas: se você tem saúde e energia, aproveite-as para se divertir.

Encontre sua felicidade na internet

Orkut:. Gordinha, e daí? Pior é a feia
. As gordinhas são as melhores
. Gordinhas com rosto de boneca
. Sou gordinha e muito gostosa
. Tô gordinha, mas sou gatinha
. Adoramos as gordinhas
. Gordinhas Sedutoras
Blogs:
Gordinhas maravilhosas
Gordinhas lindas 
Sites de bate-papo
http://batepapo.uol.com.br/
http://chat.terra.com.br/
http://batepapo.ig.com.br/
http://bpbol.uol.com.br/

Todos têm salas para você. Digite ''gordinha'' na busca da palavra-chave.

Levante sua auto-estima

Filme: ''Garotas Formosas''.
A comédia conta a história de uma gordinha estilista que anda de mal com a vida. Numa viagem, ela conhece um homem incrível, mas duvida do amor dele.

Livro: ''Segredos da Gordinha Feliz - Se sou saudável, por que tanta gente quer que eu seja magra?''.
A autora Wendy Shanker nos convida a refletir sobre a preocupação com o peso. Verus Editora, R$ 32,90.

Retirado 
daqui e nós do blog recomendamos (e muito) o blog Sou Gordinha Sim e Daí?



Gordinhas Maravilhosas®: CONHECI MEU NAMORADO NUMA COMUNIDADE DE GORDINHAS....: "Ser gordinha é dureza. Rola preconceito brabo mesmo. Já sofri discriminação em entrevistas de emprego, tenho problemas para comprar rou..."