sábado, 30 de abril de 2011

Queridos, hoje é meu aniversário, quero agradecer e comemorar!!!

Quando comecei este blog, iniciei sem pretensão alguma de que alguém se interessaria por o que escrevo aqui, até porque iniciei para passar o tempo já que estava com Câncer, Graças a Deus estou curada até o dia de hoje e agradeço ao Senhor por esta nova chance de vida e ter sobrevivido e esta terrível doença.

Mas hoje dia do meu aniversário quero fazer um agradecimento especial a todos que visitam este trabalho que faço com carinho, quero agradecer as mensagens enviadas, o carinho e todo afeto que recebo de todos, quero agradecer aos amigos que fiz através deste trabalho. Quero todos que saibam que sem vocês este trabalho seria em vão e é por vocês que continuo com ele, não conheço a todos, sei que há muitos rostos desconhecidos e outros já conhecidos, mas o importante é que permanecem aqui ao meu lado... Obrigada!!!

Segue o Convite do meu aniversário e as fotos da festa do ano passado para que todos me conheçam um pouco mais... 

Um beijo carinhoso e um abraço afetuoso a todos... 
                                                                                               Mônica Alencar





Flores de fio, feito com agulha




No fim de semana eu experimentei um pouco mais com tatting e este é o resultado: as flores da primavera. Não é uma conquista importante criativo, mas, no entanto, rápido e fácil de fazer, ideal para decorações de presentes, os componentes da jóia ou alfinetes de cabelo.



Tudo o que é necessário é uma tapeçaria de agulha, fio ou corda e um par de tesouras.




O primeiro nó é um nó meio engate e se forem espaçadas, formando curvas ou pétalas de flores.


Fazer 10 ou 12 voltas, dependendo do tamanho do fio e da flor. A puxar o fio com cuidado com as alças e feche para formar um círculo. Gravata e pronto.



O fio utilizado foi bastante dura e as flores segurar bem a sua forma. Se suas flores são mole, não se preocupe, há sempre amido.
Às vezes, imagens em movimento, torná-lo mais fácil de aprender, especialmente do movimento relacionadas com uma técnica como tatting. Eu assisti este vídeo pela TotusMel para aprender como fazer os nós.

A dica de um clima mais quente inspira coisas fino, o tempo para trazer para fora que o fio de linho de algodão comprado há muito tempo atrás de uma loja de thrift e começar um cachecol de verão. Eu normalmente não gosto de vários fios coloridos, mas este é maravilhoso. É como ter um pouco de uma nuvem na minha mão.





As agulhas são muito grandes para os fios, mas usá-los cria um arejado e textura leve.


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Bouquet Primavera em feltro

Por Kimara - Postado em 04 de abril de 2011


Parece que na primavera há muitas ocasiões, quando um lindo buquê de flores é o presente perfeito. Quer se trate de Páscoa, Páscoa, Dia das Mães, graduação ou um recital de dança, o presente perfeito é muitas vezes flores. O único problema com as flores é que sua beleza é passageira. Este ano, considere gastar o tempo, fazer um bouquet que vai durar para sempre!

Esta semana estamos animado para compartilhar nossas Spring Bouquet. Embora sejam fáceis de fazer, devo admitir que é um pouco demorado para fazer um buquê cheio, mas os resultados finais são tão bonitas, confie em mim ... Vale a pena o tempo.

Então, aqui está uma olhada em nossa Spring Bouquet. Amanhã, vamos postar as instruções sobre como fazer sua própria, e quarta-feira, que será a anfitriã muito especial dar com um dos nossos patrocinadores impressionante!

Então volte a semana toda, e pensar sobre a pessoa em sua vida mais digna desse lindo buquê. (E, sim, é perfeitamente admissível para torná-los por si mesmo!)


quarta-feira, 27 de abril de 2011

Decoração de Kitnet - Destaques holandês: Condomínio minúscula usa paredes curvas Cor & Luz



Há tanta coisa que você pode, quando há pouco espaço para o projeto, mas um pequeno apartamento na Holanda por Maff vai um longo caminho, com um sentido de abertura a cada curva (curva e).


As linhas retas podem ser grandes para os lotes expansivo e horizontalidade Frank Lloyd Wright-esque, mas quando as opções são limitadas linear uma superfície curva pode ser a próxima melhor coisa.Neste caso, o olho é desenhado em torno da sala, tornando-se sentir grande - mais espaçoso do que realmente é. Criada em mobiliário e decoração ajudam a reduzir a necessidade de acrescentar além da estrutura do núcleo, deixando um pouco mais de fôlego.


Além de uma pegada de metros quadrados de pequeno porte, esta habitação tudo-em-um tem que contentar com tetos angulares, pintado de branco junto com a maioria das paredes para refletir a luz e perfurado com as janelas da clarabóia possível.


piso preto e paredes brancas contrastam com um patch acondicionamento de laranja, o que reforça o efeito global arredondados da sala e chama a atenção para seu mais próximo aproximado de um espaço de encontro - um sofá curvas que abraça o leito e as ondas em torno de uma pequena mesa de jantar.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Poeta Celso de Alencar no Lugar Pantemporâneo

Arte com pregos no Brasil

Conhecido como Ferraz, residente em São Paulo, casado e pai de tres filhos e artista plástico talentoso, faz obras de arte com pregos retratando personalidades brasileiras, como Gugu Liberato e muito mais. 

Ferraz diz em seu Blog que está "em busca de sonhos não realizados, tais como uma viagem de avião, passeio na praia com minha familia, entre outros. Mas espero com fé, pois creio que Deus tem o melhor pra todos nós"

Olhem seu trabalho, visitem seu blog!!!



Contatos: CEL. 011.6388.5527 
E-mail: artesdepregos@hotmail.com, Brazil








segunda-feira, 25 de abril de 2011

2° Coleção dos Chaveirões "QI" 2010 - Coleção "Pet Shop"

Chaveirões QI de Aline Chavez... Lindos vale a pena conferir e comprar!!! Eu recomendo...

Contato: Aline Chavez - hdaline@hotmail.com












domingo, 24 de abril de 2011

FELIZ PASCOA


JOYEUSES PÂQUES - VESELE VANOCE - SCHÖNE OSTERN - FELICES PASCUAS - BUONA PASQUA - SREKEN VELIGDEN - HAPPY EASTER - KALO PASKA - FOUAI HWO GIE QUAI LE - EID-FOSS'H MUBARAK - SRETUN USKRS - BOLDOG HUSVETI ÜNNEPEKET - WESOLYCH SWIAT - GLAD PÅSK - GELUKKIG PAASFEST - GOD PÅSKE - MUTLO (ELLER HOS) PASKALYA - FELIZ PÁSCOA


O que posso desejar para hoje?
Que as verdadeiras amizades continuem eternas e tenham sempre um lugar especial em nossos corações.
Que as lágrimas sejam poucas, e logo superadas.
Que as alegrias estejam sempre presentes e sejam festejadas por todos.
Que o carinho esteja presente em um simples olá, ou em qualquer outra frase, ou digitada rapidamente.
Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades, novos amores, novas conquistas.
Que Deus, esteja sempre com sua mão estendida apontando o caminho correto.
Que as coisas pequenas como a inveja ou o desamor, sejam retiradas de nossa vida.

Que aquele que necessite ajuda encontre sempre em nós uma animadora palavra amiga.

Que a verdade sempre esteja acima de tudo.
Que o perdão e a compreensão superem as amarguras e as desavenças.
Que este nosso pequeno mundo virtual seja cada vez mais humano e o real também.
Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
Que o Amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
Que nossa jornada de hoje esteja repleta de flores.
Que o amor, a misericórdia, as bençãos e a salvação de Jesus Cristo estejam presentes em nossa vida por toda a aternidade.
Feliz Páscoa !



A importância da ressurreição de Cristo


Da época dos profetas de antigamente até o Novo Testamento, a palavra de Deus fala da ressurreição do Cristo. 

Com um relato completo da palavra inspirada de Deus, junto com a visão histórica que os homens escreveram, parece que seria impossível a humanidade negar a ressurreição do nosso Senhor. Ainda assim há aqueles que negam este fato. 

É igualmente alarmante saber que há muitas pessoas que acreditam na ressurreição mas falham em perceber a sua importância. 


As provas da morte de Cristo 

Para provar que Cristo voltou da morte é necessário repararmos primeiro que ele morreu e foi enterrado. Oferecemos a prova de sua morte porque há alguns que diriam que ele estava apenas inconsciente ou num transe. Marcos 15:37 diz que Jesus clamou em alta voz e entregou o seu espírito. Continue lendo neste mesmo capítulo, e você reparará nos versículos 43 e 45 que José veio pedindo o corpo de Cristo. Também verá que Pilatos se assegurou de que Cristo estava morto. João 19:31-34 relata que, por causa da preparação do sábado para os judeus, Pilatos fez com que quebrassem as pernas daqueles que foram crucificados, para que a morte viesse rapidamente. Contudo, quando chegaram em Jesus viram que ele já estava morto. 

Outra evidência é dada em relação a sua morte quando um soldado cortou o lado de Jesus com uma lança e saiu sangue e água. Homens estudiosos dizem que, quando se morre, há uma separação entre o sangue e a água nas veias conforme o sangue coagula ou engrossa. Isso, então, deveria ser prova suficiente de que o nosso Senhor verdadeiramente morreu. Se Cristo não tivesse morrido é uma outra lição, mas uma coisa é certa: se Cristo não morreu, ainda estamos sujeitos à velha lei (Hebreus 9:15-16). 


As provas da ressurreição de Cristo

Sim, Cristo morreu. Pelo que você sabe, ele morreu em vão? Se, até então, você não reconheceu a importância da morte, o sepultamento e a ressurreição de Cristo, confio que descobriremos neste estudo da palavra de Deus aquelas verdades que causarão sua chegada mais perto de um relacionamento com Cristo. 

Eu te peço que leia cuidadosamente a história da morte, do sepultamento e da ressurreição do nosso Cristo como dado nos quatro relatos do evangelho: Mateus 27:22-66; 28:1-10; Marcos 15:16-45; 16:1-14; Lucas 23:21-56; 24:1-53; João 20:13. Também leia e considere 1 Coríntios 15. Estaremos nos referindo a estas Escrituras no resto deste estudo. 

Tendo lido as referências acima, pode-se ver a prova da ressurreição. Queremos trazer alguns fatos novos, para que não esqueçamos como a ressurreição foi bem estabelecida. Em 1 Coríntios 15:4-8, aprendemos que ele se ressuscitou no terceiro dia. Ele foi visto por Cefas, pelos doze, por 500 irmãos de uma vez só, por Tiago, depois por todos os apóstolos. Por último ele foi visto por Paulo, como um nascido fora de época. Este relato vem de homens inspirados por Deus. 

Reconhecemos que o homem tem uma grande confiança na história que foi escrita, então notemos o que alguns historiadores tem escrito: 

Edersheim: “A ressurreição de Cristo pode sem hesitação ser chamado do fato melhor estabelecido da história.” 

Ewald: “Nada é mais certa historicamente do que Jesus se ressuscitou da morte e apareceu novamente a seus seguidores.” 

John A. Brodus: “Se não sabemos que Jesus o Nazareno se ressuscitou da morte, não sabemos nada na história.” 

Eu tenho certeza de que temos provas adequadas da ressurreição do Cristo. 


O propósito da ressurreição

A pergunta vem às nossas mentes: “O que foi conseguido através da ressurreição de Cristo?” Acredito que podemos responder esta pergunta em termos bíblicos simples e, ao mesmo tempo, começar a mostrar a importância da ressurreição de Cristo. 

O primeiro ponto que queremos notar é o cumprimento das profecias. Alguns acusaram Cristo de tentar destruir a lei e os profetas; mas Cristo disse que ele não vinha destruir, mas cumprir (Mateus 5:17). O profeta Isaías profetizou a respeito das coisas que Cristo sofreria e porque ele as sofreria quase 750 anos antes de ocorrerem. A palavra de Isaías e outras profecias em relação à ressurreição foram cumpridas (Isaías 50:6; 53:5). 

Cristo, como ele viveu, foi capaz de agüentar a tentação e viver acima do pecado (1 Pedro 2:22-23). Assim, ele superou o pecado na carne. O pecado, ao chegar neste mundo, trouxe a morte (Romanos 5:12). Quando Cristo foi crucificado ele teve que superar este obstáculo. Ele foi colocado no túmulo e no terceiro dia voltou, conquistando a morte. Ele demonstrou que nenhuma força na terra poderia impedi-lo de conquistar a morte (1 Coríntios 15:26). 

Quando a ressurreição estava completa, aprendemos do escritor hebreu (Hebreus 5:8-9) que Cristo se tornou perfeito e se tornou autor da vida eterna. Através de um homem, o pecado entrou no mundo e por um homem uma saída foi aberta para todos os que seguiriam o autor da salvação (Romanos 5:19, 1 Coríntios 15:21). 

Aprendemos, também, que renovou a esperança dos apóstolos, como também nos dá esperança da ressurreição (1 Coríntios 15:22-23). 

Resumo

Como a ressurreição nos afeta? 
A Semente morreu e nos trouxe vida através da ressurreição (João 12:23-24; 1 Coríntios 15:35-38,42-43). 
Através da morte de Cristo, o Novo Testamento teve efeito (Hebreus 9:15-18). 
Através dos fatos da sua ressurreição a nossa fé é fortalecida (1 Coríntios 15:55-57, 1 Tessalonicenses 4:14-17). 

Assim, Cristo é grande para nós, não como um governante terrestre, mas como um governante espiritual nos oferecendo a redenção (Colossenses 1:14). 

A grandeza de Cristo foi mais de que uma vida, pois a sua grandeza verdadeiramente vem de poder dar a vida através da ressurreição. Um plano para redimir o homem é construído nestes fatos e devemos nos aproveitar disso enquanto vivemos. O plano é dado em Romanos 6:1-23: Deixamos morrer o velho homem, o sepultando com Cristo, voltando na novidade da vida para vivermos seguindo o Espírito para sermos os servos de Deus. 

A ressurreição de Cristo é importante!

–por Jackie Richardson



sábado, 23 de abril de 2011

História da Páscoa


Origens do termo, Páscoa entre os judeus e cristãos, a história do coelhinho da páscoa e os ovos de chocolate, significados, importância, formas de comemoração e celebrações, rituais e símbolos



As origens do termo

A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem.

Entre as civilizações antigas

Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

A Páscoa Judaica

Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.

Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.

A Páscoa entre os cristãos

Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).

Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém.

A História do coelhinho da Páscoa e os ovos

A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

Páscoa


Páscoa - Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Páscoa
Easter Greetings (1912), de Boris Kustodiev, mostra celebração tradicional da Páscoa na Rússia.
Nome oficial Domingo de Páscoa
Seguido por Cristãos
Ano de 2011 24 de abril
Ano de 2012 8 de abril
Observações: Celebra a Ressureição de Cristo


A Páscoa (do hebraico Pessach, significando passagem através do grego Πάσχα) é um evento religioso cristão, normalmente considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa da Cristandade. Na Páscoa os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação (ver Sexta-Feira Santa) que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 da Era Comum. O termo pode referir-se também ao período do ano canônico que dura cerca de dois meses, desde o domingo de Páscoa até ao Pentecostes.

Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pessach, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito.

A palavra Páscoa advém, exatamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egito para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário, segundo os cálculos que se indicam a seguir.

A Páscoa cristã celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Depois de morrer na cruz, seu corpo foi colocado em um sepulcro, onde ali permaneceu por três dias, até sua ressurreição. É o dia santo mais importante da religião cristã. Muitos costumes ligados ao período pascal originam-se dos festivais pagãos da primavera. Outros vêm da celebração do Pessach, ou Passover, a Páscoa judaica, que é uma das mais importantes festas do calendário judaico, celebrada por 8 dias e onde é comemorado o êxodo dos israelitas do Egito, da escravidão para a liberdade. Um ritual de passagem, assim como a "passagem" de Cristo, da morte para a vida.

A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do pesach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica, se nos ativermos à cronologia proposta pelos Evangelhos sinópticos. OEvangelho de João propõe uma cronologia distinta, ao situar a morte de Cristo por altura da hecatombe dos cordeiros do Pessach. Assim, a última ceia teria ocorrido um pouco antes desta mesma festividade.

No português, como em muitas outras línguas, a palavra Páscoa origina-se do hebraico Pessach. Os espanhóis chamam a festa de Pascua, os italianos de Pasqua e os franceses de Pâques.

A festa tradicional associa a imagem do coelho, um símbolo de fertilidade, e ovos pintados com cores brilhantes, representando a luz solar, dados como presentes. De fato, para entender o significado da Páscoa cristã atual, é necessário voltar para a Idade Média e lembrar os antigos povos pagãos europeus que, nesta época do ano, homenageavam Ostera, ou Esther – em inglês, Easter quer dizer Páscoa. Ostera (ou Ostara) é a deusa da Primavera, que segura um ovo em sua mão e observa um coelho, símbolo da fertilidade, pulando alegremente em redor de seus pés nus. A deusa e o ovo que carrega são símbolos da chegada de uma nova vida. Ostara equivale, na mitologia grega, a Deméter. Na mitologia romana, é Ceres. [1]

Os termos "Easter" (Ishtar) e "Ostern" (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pessach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Estremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera que era homenageada todos os anos, no mês de Eostremonat, de acordo com o Venerável Beda, historiador inglês do século VII.


Índice [esconder]

Segundo a Bíblia (Livro do Êxodo), Moshé lançou 10 pragas sobre o Egito. Na última delas (Êxodo cap 12), disse Moshé que todos os primogênitos egípcios seriam exterminados (com a passagem do anjo da morte por sobre suas casas), mas os de Israel seriam poupados. Para isso, o povo de Israel deveria imolar um cordeiro, passar o sangue do cordeiro imolado sobre as portas de suas casas, e Moshé passaria por elas sem ferir seus primogênitos. Todos os demais primogênitos do Egito foram mortos, do filho do Faraó aos filhos dos prisioneiros. Isso causou intenso clamor dentre o povo egípcio, que culminou com a decisão do Faraó de libertar o povo de Israel, dando início ao Êxodo de Israel para a Terra Prometida.

A Bíblia judaica institui a celebração da Páscoa em Êxodo 12, 14: Conservareis a memória daquele dia, celebrando-o como uma festa em honra de Adonai: Fareis isto de geração em geração, pois é uma instituição perpétua .

Na Páscoa, é comum a prática de pintar-se ovos cozidos, decorando-os com desenhos e formas abstratas. Em grande parte dos países ainda é um costume comum, embora que em outros, os ovos tenham sido substítuidos por ovos de chocolate. No entanto, o costume não é citado na Bíblia. Portanto, este costume é uma alusão a antigos rituais pagãos. Ishtar ouAstarte é a deusa da fertilidade e do renascimento na mitologia anglo-saxã, na mitologia nórdica e mitologia germânica. A primavera, lebres e ovos pintados com runas eram os símbolos da fertilidade e renovação a ela associados. A lebre (e não o coelho) era seu símbolo. Suas sacerdotisas eram ditas capazes de prever o futuro observando as entranhas de uma lebre sacrificada (claro que a versão “coelhinho da páscoa, que trazes pra mim?” é bem mais comercialmente interessante do que “Lebre de Eostre, o que suas entranhas trazem de sorte para mim?”, que é a versão original desta rima. A lebre de Eostre pode ser vista na Lua cheia e, portanto, era naturalmente associada à Lua e às deusas lunares da fertilidade. De seus cultos pagãos originou-se a Páscoa (Easter, em inglês e Ostern em alemão), que foi absorvida e misturada pelas comemorações judaico-cristãs. Os antigos povos nórdicos comemoravam o festival de Eostre no dia 30 de Março. Eostre ou Ostera (no alemão mais antigo) significa “a Deusa da Aurora” (ou novamente, o planeta Vênus). É uma Deusa anglo-saxã, teutônica, da Primavera, da Ressurreição e do Renascimento. Ela deu nome ao Shabbat Pagão, que celebra o renascimento chamado de Ostara.

A palavra Páscoa em várias línguas:

Alemão - Ostern
Árabe - عيد الفصح (ʿĪdcrisdutividade u l-Fiṣḥ)
Basco - Bazko
Búlgaro Великден ('Velikden)
Catalão - Pasqua
Espanhol - Pascua
Esperanto - Pasko
Finlandês - Pääsiäinen
Francês - Pâques
Friulano - Pasche
Georgiaა- (Aghdgoma)
Grego - Πάσχα (Páscha)
Húngaro - Húsvét
Inglês - Easter
Irlandês - Cáisg
Islandês - Paska
italiano - Pasqua
Japonês - イースター (Īsutā)
Latim - Pascha ou Festa Paschalia
Letão - Lieldienas
Neerlandês - Pasen
Norueguês - Påske
Polonês - Wielkanoc
Português - Páscoa
Romeno - Paşti
Russo - Пасха (Paskha)
Sueco - Påsk
Turco - Paskalya
Ucraniano - Великдень (Velykden')

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Espelho divertido de ovos coloridos


$ 4 Mirror Egg Starburst

Eu sou apaixonada pelo meu mais novo projeto! Um ovo Starburst Mirror fiz com produtos da Dollar Tree.
Suprimentos:
- 3 sacos de ovo Escolhas da Dollar Tree
- Espelho redondo pequeno da Dollar Tree
- Pintura
- Glue Gun
- Um pouco de tempo:)
Passo 1. Não é um grande fã do arco assim que eu o retirei.

Etapa 2. Pinte a "pegar" uma parte bonita cor pastel para dar-lhe um olhar mais acabado.  
Etapa 3. Colei grupos de 3 picaretas juntos ... então deixou um espaço ... e colou um outro grupo de 3 picaretas ... repita o processo até que seja executado fora do quarto. O meu grupo de 3 picaretas consistiu de dois picos de comprimento com um curto no meio. Real exata eu sei! Quando eu tenho que começar a medir que transforma instantaneamente o meu projeto de artesanato em nenhum divertimento.  

Eu também colada uma tira de fita na parte de trás do espelho, a fim de travar esta linda!
I love it!